Agosto nos provérbios

Agosto deriva de Augusto, primeiro imperador romano.
(às 13:08 horas do próximo dia 22 o sol entra na constelação da Virgem)

O mês de Agosto arremeda o ano todo
Quem dormir ao sol de Agosto, passa por desgosto
Pela Senhora de Agosto (dia 15) às sete é o sol posto
Caroço de Agosto dá gosto
Os nabos querem ver o luar de Agosto
Quem malha em Agosto, não malha com gosto
Não é bom o mosto colhido em Agosto
Uma rega no mês de Agosto, leva o milho ao caniço
Primeiro de Agosto, primeiro de Inverno
Agosto, água no rosto
Ande o ano por onde andar, o mês de Agosto há-de aquentar
Agosto, dá o sol no rosto
Em dia de São Bartolomeu (dia 24) anda o diabo à solta
Em Agosto ardem os montes e secam as fontes
Em Agosto sê cuidadoso e não largues o preguiçoso
Em dia de São Lourenço (dia 10) vai à vinha e enche o lenço
Tardes de Agosto, nem para água ao poço
Trovões em Agosto, Inverno comprido
As tardes de Agosto passam-se no encosto
Em Agosto toda a fruta tem gosto
Até quinze de Agosto malha a teu gosto; depois malha o suor no teu rosto
Chuva por Santo Agostinho (dia 28) é como se chovesse vinho
Em Agosto apanha macela que livra da botica o uso dela
Não há luar como o de Janeiro, mas logo vem o de Agosto que lhe dá no rosto
Em Agosto deve o milho ferver no caroço e a castanha no ouriço
Névoas em Agosto não dão bom nabo nem bom magusto
Em Agosto palhas ao palheiro e meninas ao candeeiro

 

.

18 comentários sobre “Agosto nos provérbios

  1. pinky 6 Setembro, 2007 / 02:15

    adorei! adoro saber essas coisa, acho giro, casti�o!

  2. david santos 24 Agosto, 2007 / 18:57

    Olá, Tinta Permanente.
    Este trabalho baralhou-me. Espectacular! Olha que eu não sabia nenhuma. Agora, e depois de ler muito bem, encontrei lógica para todas. Parabéns e tem um bom fim-de-semana.

    David Santos

  3. Frioleiras 23 Agosto, 2007 / 23:41

    Agosto tem o frio no rosto… sempre ouvi dizer…

    Gosto muito do que descobres e nos fazes descobrir !

  4. Bichodeconta 23 Agosto, 2007 / 19:28

    Eu que sei imensos provérbios , confesso que desconhecia alguns “muitos” deles.. Obrigada pela cultura aqui deixada sempre, assim a saibam beber…Um abraço, Ell

  5. eu 23 Agosto, 2007 / 11:17

    Hei-de vir cá novamente e tomar nota. Agora vou ao cabeleireiro.
    Beijo.

    D. Galinha

  6. Vieira Calado 23 Agosto, 2007 / 00:15

    Muito interessante, esta recolha. Alguns, não conhecia. Mas assim sempre se aprende alguma coisa. Um abraço.

  7. tolilo 22 Agosto, 2007 / 17:06

    Tu, que tanto sabes,
    lembras-te do
    Rosa, rosae, rosarum ?

    Pois bem

    gosto de ROSA

    Donde provem a palavra ?

    Apenas do larim?
    E porquê o nome
    que é tão bonito !

    Um beijo rosa
    do
    Tolilo

  8. Rita Lemos 21 Agosto, 2007 / 22:23

    Pois caro amigo, as férias são boas e sem coordenadas ainda melhores, os nosso paraísos pessoais são sempre o lugar onde recuperamos energias (várias), mas também é verdade que sabe muito bem aqui voltar e reencontrar estas pequenas maravilhas

  9. SILÊNCIO CULPADO 21 Agosto, 2007 / 20:49

    Sou do mês de Agosto e, também por isso, gosto de aprender tudo o que lhe está associado. Vou ficar com os meus conhecimentos acrescentados com esta postagem. Obrigado amigo.

  10. Sophiamar 21 Agosto, 2007 / 16:58

    Agosto o meu m�s. Com tantos prov�rbios a gosto!O m�s em que sempre tiro f�rias.
    Beijinhos

  11. C Valente 21 Agosto, 2007 / 16:50

    e no dia 29, corresponde a quê?
    saudações amigas

  12. bettips 21 Agosto, 2007 / 13:24

    Posso acrescentar um (com mais de 100 anos que o ouvia à Vózinh): Se queres ver o teu homem morto, dá-lhe couves em Agosto!
    Um primor “permanente”. Abraços

  13. De Amor e de Terra 21 Agosto, 2007 / 02:30

    Muitos destes adágios conhecios da minha Avó e da minha Mãe…

    Mas é tão bom recordar!…

    Abraço

    Maria Mamede

  14. Euzinha 20 Agosto, 2007 / 20:27

    E como n�o podia deixar de ser, c� vim eu as coisas do arco da velha.
    Ontem, fui � fnac, e encontrei dois livro que imediatamente comprei, n�o s� pelo interesse, mas com sinceridade pelo pre�o.
    Dicion�rio de Express�es Correntes e Dicion�rio da Origem das Palavras, ambos de Orlando Neves.
    Fiquei t�o feliz com a compra. Por isso vou saber quase tudo o que aqui publica…
    E j� agora deixo uma express�o bem engra�ada. “Fazer lume com as patas de tr�s”.
    Mais um cantinho para visitar, com toda a vontade.
    Mais um beijinho blogueiro.
    Euzinha

  15. C Valente 20 Agosto, 2007 / 20:00

    eu sou do m~es de Agosto, obrigado por mais uma informação, deste caso provérbios
    saydações amigas

  16. pin gente 20 Agosto, 2007 / 18:33

    como sempre, no arco-da-velha … c� estou eu a aprender.
    beijinho

  17. Paulo Sempre 20 Agosto, 2007 / 16:50

    “Em Agosto apanha macela, que livra da botica o uso dela”

    “Quando chove em Agosto chove mel e mosto”

    “Quem em Agosto ara riquezas prepara”

    “Trovoadas em Agosto – abundância
    de uva e mosto”

    A estandarização ou a esterotipia da linguagem por ditados e por anexins traduz um tipo de saberes e uma forma de comunicação estagnados (ou estabilizados) e nada inventivos.
    Os provérbios populares têm incontestavelmente uma vantagem sobre o discurso rifoneiro da publicidade: a sua estereotipia ainda rima com poesia..

    Abraço

    Paulo

  18. un dress 20 Agosto, 2007 / 16:07

    só sabia o do luar…:)

    LUAR…no sul.

    via*************láctea*************

    beijO

(actualmente os comentários estão encerrados)