água no bico (trazer)


Embora não haja, em definitivo, um verbo para conjugar a expressão (de facto usa-se, indistintamente ter, trazer ou levar), o facto é que ela pretende exprimir uma intenção oculta, um segundo fito que, genericamente, podemos associar a um golpe aleivoso.

É, porventura, na marinhagem que vamos encontrar a génese da frase. Na verdade, em termos náuticos, a proa de um barco, logicamente associada ao bico das antigas embarcações (especialmente os lugres bacalhoeiros), era comummente referida como bico da proa. Acontece, pois, que quando no linguajar marítimo se diz navegar com a água (no, ou) pelo bico, isso quer significar que se vai a navegar contra a corrente, ou seja, em tal situação de perigo que não permite prever o que possa suceder, sendo possível sofrer um eventual, rápido e traiçoeiro golpe do mar.

 

 

 

(uma vez se engana ao prudente e duas ao inocente)

 

23 comentários sobre “água no bico (trazer)

  1. pin gente 7 Dezembro, 2008 / 18:44

    não fazia a mínima ideia de como a frase nasceu
    adorei a foto
    beijos
    luísa

  2. Ana Ramon 17 Novembro, 2008 / 23:53

    Já há uns tempos que não me sentava na minha carteira a ouvir a lição
    :)))))))))))))))
    Foi uma surpresa. Também não conhecia a génese da frase. Aprender até morrer
    Um grande beijinho

  3. pront'habitar 16 Novembro, 2008 / 21:59

    Interessante. Gosto de saber estas coisas.

  4. Carla Silva e Cunha 16 Novembro, 2008 / 15:29

    Gostei…tomarei a liberdade de ir passando pelo seu blog para ver as novidades
    bom domingo
    carla

  5. hfm 16 Novembro, 2008 / 09:44

    Por esta não esperava eu… sempre a aprender, vantagens da net!

  6. Maria Valadas 15 Novembro, 2008 / 01:41

    O termo ” àgua no bico”, já o conhecia, mas assin tão bem descrito é admirável.
    Um bom fim de semana.
    Maria

  7. Maresia 14 Novembro, 2008 / 18:17

    Ele há coisas do arco-da-velha mesmo! Gostei que me descobrisse, porque assim também o descobri!!!! E vou voltar…

  8. Paula Raposo 14 Novembro, 2008 / 12:09

    Fiquei a saber algo que desconhecia. Obrigada. Beijos.

  9. FLAMENGUISTA ROXO 13 Novembro, 2008 / 21:18

    Passeia para te desejar uma boa semana e que tudo de bom ocorra até sábado em sua vida….um abraço.
    Iunes,

  10. Violeta 13 Novembro, 2008 / 21:10

    Hum! faz sentido…
    Sem água no bico, apesar do que se vê, posso afirmar que a foto é linda.
    Boa noite!

  11. PreDatado 13 Novembro, 2008 / 14:49

    Nunca tinha explorado a expressão, embora a use sempre que as circunstãncias o justificam. A castigar a minha ignorância está o facto de eu ter sido embarcadiço. 🙂

  12. Carlos Rebola 13 Novembro, 2008 / 14:47

    Uma boa e elucidativa descrição do significado da frase “… (trazer, levar, ter) água no Bico”.
    A fotografia é eloquente, um belo instantâneo. Obrigado.
    Um abraço
    Carlos Rebola

  13. São 13 Novembro, 2008 / 14:32

    O texto é interessante, sim. Mas a foto é um espanto!!
    Abraço.

  14. FLAMENGUISTA ROXO 12 Novembro, 2008 / 23:01

    Muito seu texto, parabéns show de bola…adorei.
    Uma boa sema a paz de cristo e o amor de maria.

  15. mdsol 12 Novembro, 2008 / 21:00

    Vir aqui é sempre uma lição! E agradável, e com bom gosto… Acho que já lhe disse que é serviço público do melhor!
    :)))

  16. Arménia Baptista 12 Novembro, 2008 / 15:30

    adoro patos…recordo-me perfeitamente da 1ª vez que vi patos – era eu pequenininha – jamais esquecerei!!!…..
    linda a fotografia….
    parabéns

  17. Bartolomeu 12 Novembro, 2008 / 10:25

    Exactíssimamente…
    Aliás, “bico” é ainda utilizado de outras formas, para designar diferentes actos de marinhagem, como seja por exemplo, “abicar” que significa tocar com a proa da embarcação no cais ou no areal e ainda “embicar” que significa colocar a proa da embarcação, na vertical da âncora. Ha ainda uns bolinhos deliciosos, chamados “bicos, ou biquinhos”, feitos à base de claras e açucar, chapéus de 3 bicos, ou tricórnios, uma panóplia imensa de aves, cuja designação começa por “bico-de-” e, derrepente, não me estou a lembrar de outro bico, mas é possível que haja.
    Um abraço!

  18. APC 12 Novembro, 2008 / 02:00

    Adorei a foto. Adorei a associação!

  19. Justine 11 Novembro, 2008 / 22:36

    Mestre amigo, as tuas lições estão a requintar! Esta, com a imagem que escolheste e a poesia das tuas palavras, é uma pérola encantadora!
    Obrigada e um abraço

  20. elvira carvalho 11 Novembro, 2008 / 22:21

    Esta, eu conhecia. Não se lida com marinheiros desde menina impunemente.
    Bom S. Martinho
    Um abraço

  21. Meg 11 Novembro, 2008 / 21:41

    Por esta é que eu não esperava! Que tivesse a ver com barcos e principalmente com as proas dos barcos.
    Agora fiquei confusa. Tenho de voltar a ler o post.

    Um abraço

  22. cristal 11 Novembro, 2008 / 20:43

    Sempre a enriquecer-nos. Cada visita aqui é um pouco mais que se aprende. Obrigada

  23. Rosa dos Ventos 11 Novembro, 2008 / 19:00

    És um mestre!
    Não fazia a mínima ideia…
    Obrigada e um abraço

(actualmente os comentários estão encerrados)