Alenquer

Na manhã do dia em que ocorreu o combate final, indo o rei, com todo o seu séquito, banhar-se no rio e fazer as suas correrias, notou que um cão grande e pardo, que vigiava as muralhas do castelo mouro e se chamava Alão, lhe fez muitas festas”. El-rei D. Afonso Henriques “tomando isso por um bom presságio, mandou começar o ataque dizendo ‘o Alão quer’, palavras que serviram de futuro nome para a vila”. E assim a lenda explica a origem do nome de Alenquer, sem todavia deixar de sublinhar que “a batalha foi sanguinolenta e renhida, mas os cavaleiros cristãos fizeram prodígios de valor (…), os portugueses, inspirados pela fé que Sant’Iago em pessoa pelejava na sua frente, venceram todos os obstáculos e tomaram a praça”.
Numa versão menos prosaica, Pinho Leal sustenta que Alenquer foi ocupada pelos alanos que dela fizeram uma praça forte, dando-lhe o nome germânico de Alan-Kerk ou Alano-Kerk, que quer dizer Castelo dos Alanos ou Templo dos Alanos e, naturalmente, do qual veio a resultar o actual nome da vila.

 

.

7 comentários sobre “Alenquer

  1. Parvinha da Silva 29 Setembro, 2007 / 17:57

    que delícia de blog! Não pude ler tudo (obrigada por nos trazeres Albina Pedreira, vou investigar mais), mas voltarei.

    São blogs como o teu qye me fazem andar por aqui. Bem hajas.

  2. Maria 29 Setembro, 2007 / 01:43

    Alenquer é cidade presépio…
    Como gosto de passar na EN à noite, com Alenquer iluminada…

    Um abraço

  3. Belisa 29 Setembro, 2007 / 00:22

    Cheguei a este espaço
    Morta de cansaço e…
    que vejo eu…
    Um blog caído do céu…

    Gostei imenso
    e vou voltar..
    Como sou curiosa
    venho bisbilhotar!

    Bjs

  4. rendadebilros 28 Setembro, 2007 / 17:50

    Bela foto e é sempre bom aprender-se algo em visita aos blogues; é o acso deste. Só tenho pena de não ter mais tempo para visitá-lo mais vezes.
    Bom fim de semana.

  5. C Valente 28 Setembro, 2007 / 00:07

    É nestas pequenase grandes coisa que gosto de vaijar, temos historia
    Saudações amigas.,

  6. Luisa 27 Setembro, 2007 / 23:53

    No liceu de Alenquer tive muitos colegas filhos de militares estacionados na Ota mas nos anos 60 já eu vivia em Lisboa. Por isso não te conheci.

  7. Luisa 27 Setembro, 2007 / 17:52

    Mas que surpresa tão boa, encontrar a minha terra natal no teu blog! Nasci lá bem como toda a minha família. Posso bem dizer que sou alenquerense dos quatro costados. É uma terra linda mas pouco conhecida porque está fora do traçado das principais vias viárias. E afinal, tão perto de Lisboa.Qual foi a razão por que te lembraste de fazer este post? Também és de Alenquer?

(actualmente os comentários estão encerrados)