calcanhar de Aqulies

Se é verdade que não há quem não saiba a significação da frase, não é menos verdade que não há quem não tenha o seu calcanhar de Aquiles, ou seja, um ponto fraco, um factor de vulnerabilidade no qual possa ser mais certeiramente atacado com êxito.
Esta elocução tem origem na história de Aquiles, um dos heróis do cerco de Tróia.
A mãe, Tetis, quando ele era criança, e por favor dos deuses, para que ele fosse invulnerável, mergulhou-o nas águas do Styge. No entanto, Aquiles ficaria vulnerável no calcanhar, pois teria sido por ali que a mãe o segurara e, desse modo, o fadado rio não o pôde abranger totalmente com as suas águas milagrosas.
Acabaria por ser ali, no calcanhar, que Páris o haveria de ferir, um dia, com uma flecha envenenada.
(ver calcanhar de Filoctetes)

 

 

(fraqueza não é vício, mas conduz ao precipício)