Sarrabal para o anno de 1728 e seguyntes

Regimento muy util, e necessário para conservar a saúde e alargar os dias da vida, tirado da Medicina de Avicena e outros Authores, composto por Rodrigo Alcoforado.
(…) Aproveyta muyto lavar as mãos, e a cara pela manhãa com agoa fria, porque diz Avicena que além do contentamento, e utilidade, que recebem os sentidos, fica o cérebro confortado, e vista aguda, forte, e muyto mais clara.
Ao levantar da cama pela manhãa he saudável passear e fazer ezercicio.
He muy proveytoso pentar a cabeça pela manhãa, e alimpar os dentes, e estes se podem alimpar, e purgar, com a raiz de ourégão cozido em vinho branco e com ella lavar os dentes, e cozida a arruda e com elle lavando-se os olhos faz a vista clara, e aguda.
O sal nos comeres he cousa utilíssima, mas hã de ser com bom temperamento. Depois de comerem peyxe usem de alguma nós e sobre a carne queyjo. O pão deve ser levado, e bem cozido, mas não he bô comello quete.
Assim como o vinho bom moderadamente bebido causa mil bens, assim também causa diversos males, se se bebe sem temperança.
Depois de comer, se deve fazer pouco, ou nenhum ezercicio porem, algum se pode fazer depois da cea, mas deve ser co brevidade.
O que foi costumado a fazer algum ezercicio, ou tem alguna inclinação honesta não se aparte disso de repente, mas pouco e pouco se vã retirando, e deyxandos.
Tenha o vinho três circunstancias: boa cor, bom cheyro, e seja de boa casta.
A carne de cabras, lebre e boy causa mãos humores, e peor a de porco se se bebe sobre ella agoa, porem não faz mal usando-se com ella de vinho.
Aproveyta beber quando se come pão para que o estamago faça bom cozimento, e também aproveyta beber depois de comer ovos, que devem ser sempre frescos.
Dão dannificamento aos olhos os banhos de agoa quente, ou demasiado vinho, o acto venéreo, e as demasiadas sangrias, muyto mais gasta a vista o demasiado velar; fá ra porem das fleymas, o moderado comer, e beber, e estar com o animo socegado.
A agoa de funcho, berbena, rosa, erva andorynheyra, e arruda fazem a vista muy clara e aguda.
A mostarda cozida em Lua mingoante purga a cabeça, faz distilar a reyma, e tira as fleymas.
He também saudável a salva, e a hortelãa, e tem tão grande virtude que mata, e lança fora as lombrigas, do ventre, e bichas do estomago, tomando em jejum o summo della; se for seca, beber os pós em vinho brãco, ou comellos assim simplesmente.
Tem força esta erva cótra a mordedura do cão danando, pisada, e misturado cô tal azeyte, e vynagre, tira a peçonha da mordedura das alecrães.
Finalmente não he bom beber agoa entre o comer, porque interrompe a digestão.
Conserva a vista guardar de comneres fortes, como são alhos, cebolas e seus semelhãtes, de iguarias salgadas, e estar muyto tepo com a cabeça descuberta ao sol, de velar muyto, e de beber vinho azedo e gordo. (…)
(manteve-se integral a grafia em toda a transcrição)

22 comentários sobre “Sarrabal para o anno de 1728 e seguyntes

  1. jawaa 10 Janeiro, 2008 / 13:41

    Bela transcrição e… actualíssima, séculos volvidos.
    Temperança, é o que mais falta.
    Bom Ano por aqui!

  2. david santos 4 Janeiro, 2008 / 14:30

    Olá, Tinta Permanente.

    Eu passei para te desejar um Feliz Ano Novo!!

  3. Gi 31 Dezembro, 2007 / 04:49

    Um Bom ANO para ti e para os teus. Obrigada pela companhia e pelas coisas que tenho aprendido e relembrado contigo.

    Beijinhos

    Gi

  4. Meg 30 Dezembro, 2007 / 16:59

    Caro amigo

    Em jeito de despedida, venho hoje deixar os meus votos de um 2008 com muita saúde, paz e harmonia.

    Um grande abraço

  5. rendadebilros 29 Dezembro, 2007 / 20:01

    Afinal já ninguém inventa (quase)nada… mas acham-se uns génios… alguns… Ora aí está para se recordar…
    BOM ANO!!!

  6. Vladimir 29 Dezembro, 2007 / 18:39

    No outro dia vi um texto de 1930, em que o conteúdo não diferia muito deste…..é sempre bom recordar….

  7. un dress 27 Dezembro, 2007 / 23:37

    adoro crenças e arcaísmos!!

    recolho deles TANTO!! 🙂

    bOm tempO de festas!

    abraÇO

  8. Que o Novo Ano Vos traga …
    cor, calor, alegria, magia, energia, felicidade, simpatia, paz, saúde, amizade, amor, sentimentos, emoções, agitações, lágrimas e canções…tostões

    Que cada dia de 2008 vos faça …
    sentir, sorrir, sonhar, imaginar , acreditar e Viver com toda a intensidade que merecem.
    Aprendam, sintam, reagam, lutem pelo melhor,acreditem!

    Que seja um Ano de…
    paz, tolerância, compreensão, conforto, justiça e Amor

    Que estes números mágicos… 2008 nos unam cada vez mais e intensifiquem a amizade que nos une e a cumplicidade que nos caracteriza. Sejam felizes e façam felizes alguém… todos os dias e por favor, cheguem ao fim do ano e digam:
    Caramba, Valeu a pena!!!!
    Desejo-vos o melhor ano de sempre, durante o qual alcancem os vossos melhores e mais secretos sonhos e que realizem e concretizem os melhores objectivos.
    Beijinhos

    BOM ANO!!!!!!!

  9. Maria Laura 26 Dezembro, 2007 / 12:15

    Que delícia de texto! Bons conselhos, a tentar praticar.
    Desejo-te um 2008 com tudo de bom!

  10. Metamorfose 24 Dezembro, 2007 / 12:27

    Belos conselhos, vou tentar por em prática, para ti um Santo e Feliz Natal junto de todos os teus, com muita saúde e amor. Beijos

  11. tolilo 24 Dezembro, 2007 / 09:58

    merrrrrrrrrrrrrrrrrry christmas !

    Chuac!_

  12. Ana Paula 24 Dezembro, 2007 / 03:50

    Foi um prazer, esta leitura repleta de conselhos super interessantes.

    Boas Festas para si! Um Natal Feliz e saudável! :):)

  13. elvira carvalho 21 Dezembro, 2007 / 22:17

    UM ABRAÇO, BOM NATAL E QUE 2008, SEJA A CONCRETIZAÇÃO DOS SEUS SONHOS

  14. Meg 21 Dezembro, 2007 / 16:29

    Pois hoje é só para lhe desejar umas FESTAS FELIZES E UM ANO DE
    2008 CHEIO DE ALEGRIA.

    Um abraço

  15. Gi 20 Dezembro, 2007 / 23:53

    Que maravilha com quase 300 anos , deliciei-me com a leitura e os conselhos dados. Obrigada por mais esta pérola que nos dás.

    Um beijinho

    As Boas festas deixei-as hoje em forma de árvore para todos os que me visitam seja como for renovo aqui os meus votos. Boas Festas para ti e para os que te são queridos

    Gi

  16. Justine 18 Dezembro, 2007 / 10:57

    Peço desculpa, a fonte vem indicada no início, não reparei.

  17. Justine 18 Dezembro, 2007 / 10:55

    Conselhos divertidos e muito a propósito, neste período de eventuais excessos gastronómicos!
    Pode saber-se qual a fonte do texto?

  18. APC 18 Dezembro, 2007 / 00:30

    Ihihihi… Carne com queijo eu gosto. Vinho branco com hortelã também é capaz de ser uma boa. Quanto ao exercício depois da ceia, “mas com brevidade”!… Enfim :-S (!)
    O pior, o pior, são mesmo os males da vista, são! 😛 Sugere-se a carinha lavada com água fria, mas eu cá acho que uma banhoca gelada é que era remédio santo! 😉

    Adorei! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *