(ó da) Guarda


..Depois de deitados fora os mouros de Hespanhas, edificou a Cidade da Guarda El-Rei Dom Sancho I em um alto monte que de antes, em tempos de guerras, tinha hua torre que seruia de attalaya a que chamauão guarda, e daqui tomou a Cidade o nome.

É assim que Belchior Pina da Fonseca, em Chronologia dos Bispos da Guarda, explica a origem do nome desta cidade, numa opinião partilhada por diversos autores e que, aliás, ninguém parece contestar. Escrevendo, no século XVII, sobre a Guarda, Fernando da Soledade considerava-a mesmo a chave do Reino, pois, justificava, era decisiva na defesa do território nacional.
E tanto, sublinhe-se, que a tradição popular garante mesmo que, uma vez, um mouro, ao tocar com a mão na porta da cidade, ficou com o braço todo seco.
Na Guarda, recorda ainda Fernando da Soledade, existia uma torre chamada da guarda (hoje, Torre Velha), cuja função principal era guardar a região dos assaltos ordinários dos mouros. Daí, conclui, o nome da cidade e o seu ajustamento à sua função primordial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *