cuspido e escarrado

O Ruizinho é tal e qual o pai; é mesmo cuspido e escarrado. O que dizer, igualzinho, igualzinho ao pai.
Genericamente empregado quando se pretende indicar que duas pessoas são muito parecidas, seja física, seja comportamentalmente, mesmo que não tenham qualquer consanguinidade.
Ao que parece o apodo será uma corruptela de esculpido em Carrara, uma alusão aos famosos mármores italianos, da Toscana, comummente utilizados pelos artistas, especialmente no Renascimento, como é o caso de Miguel Ângelo com David e a sublime Pietà (pjeˈta, piedade), entre outros e outras obras.
De tão perfeitas eram as esculturas, as pessoas diziam que tal semelhança com a realidade só era possível se o trabalho fosse esculpido em Carrara. Na expansão e repetição da frase teria, assim, nascido a corruptela.

 

 

 

(os dois são como chouriço e morcela)