existiram as Minas de Salomão?

pintura sobre a recepção do Rei Salomão à Raínha de Sabá

Existiram e ficavam na Palestina: mas eram minas de cobre e não de ouro.
Na verdade, estas últimas nunca existiram, a não ser no romance As Minas do rei Salomão, de Henry Rider Haggard (1856-1925), do qual se fizeram várias versões cinematográficas, sendo a mais famosa delas a de 1950, com Stewart Granger e Deborah Kerr nos principais papéis.
A descoberta em 1868, em África, de Grande Zimbabwe, as ruínas de um centro medieval de comércio de ouro, inflamou a imaginação popular e inspirou o romancista, que descreveu as minas auríferas exploradas pelo rei hebreu, baseando-se na história bíblica da opulência da sua corte e na sua frutuosa relação com a rainha de Sabá.

.

9 comentários sobre “existiram as Minas de Salomão?

  1. un dress 22 Março, 2007 / 15:50

    opulência…

    rainha de Sabá…

    a promessa.

    de lado mais dentro dos mais

    distantes SonhoS*

  2. Entre Linhas 22 Março, 2007 / 15:00

    Blog muito original e diferente,baseia-se m dar a conhecer factos interessantes.
    Gostei da estória ,vou continuar a visitar este cantnho.

    Beijinhos Zita

  3. Licínia Quitério 21 Março, 2007 / 16:20

    Eu julgava que era tudo ficção. Afinal existiam umas minas, mas o oiro era só sonho.
    Sempre a aprender por aqui.

    Abraço.

  4. Anónimo 20 Março, 2007 / 07:48

    Peço desculpa; falhou uma frase no meu comentário anterior; no entanto ficou a essência.

    Maria Mamede

  5. Anónimo 20 Março, 2007 / 07:46

    Perdoe meu Amigo, mas cada vez mais me vou repetindo…
    É tão grande a minha admiração por tudo aquilo que me (nos) deixa e por tudo que fe«az com que eu acrescente a minha arte de esquecer, ficando sempre algo, que já não tenho elogios (merecidíssimos) nem palavras de agradecimento, que cheguem para semelhante obra.
    Por isso, UM ABRAÇO, e a minha ADMIRAÇÃO, assim, com letra grande!

    Maria Mamede

  6. Klatuu o embuçado 20 Março, 2007 / 00:03

    No sonho existem, no fabulário fantástico dos impérios mortos… e que bem que sabem!

    P. S. Filme excelente – um dos a que faço culto.

  7. JPD 19 Março, 2007 / 21:24

    Informação preciosa a que aqui vais deixando.

    Fica bem!

    🙂

  8. Gi 19 Março, 2007 / 17:14

    Às vezes as “estórias” são bem mais interessantes do que a “história” . É o caso 🙂

    Boa semana

  9. margarida 19 Março, 2007 / 16:40

    As coisas que tu me ensinas!!!

(actualmente os comentários estão encerrados)