iluminação pública… em 1910

EDITAL

Dr. José Nunes da Ponte, Presidente da Excellentíssima Camara Municipal do Porto:

Faço saber que, pela Camara Municipal do Porto, na sessão de 8 de Dezembro de 1910, foi approvado o seguinte additamento ao artigo 193º do Codigo de Posturas:
35ºA – Apagar um ou mais candieiros de illuminação publica antes da hora regulamentar, sem ser por ordem da Companhia do Gaz ou da Camara Municipal, sob pena de 2$000 réis de multa, por cada candieiro que apagar; e se fôr por occasião de greve, desordem, ou calamidade, aggravando a situação publica, terá mais a pena de oito dias a um mez de prisão.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandei passar este Edital, e outros de egual teor.
Porto e Paços do Concelho, 9 de Janeiro de 1911. – Eduardo Fernandes Reis, 1º official-chefe, servindo de Secretario da Camara, subscrevi.

……………………………………………………….
…....José Nunes da Ponte

 
.

8 comentários sobre “iluminação pública… em 1910

  1. De Amor e de Terra 15 Setembro, 2007 / 16:28

    ..e diga-se de passagem:-não tinham nada que apagar a luz, não é verdade?!…

    Maria Mamede

  2. M. 11 Setembro, 2007 / 15:46

    A graça dos tempos que já lá vão.

  3. C Valente 4 Setembro, 2007 / 22:24

    Curiosidade bem interessante, obrigado pelo edital
    saudações amigas

  4. Bichodeconta 3 Setembro, 2007 / 20:29

    Bem interessante esse lembrete, quando eu era criança recordo de ver um sr de muita idade, baixo, era o sr João.Levava ás costas uma escada, na mão uma lata de petróleo e alguns papeis e panos com que diariamente limpava as chaminés dos candieiros com que se alumiavam as ruas.. Meu Deus que escurudão, entre outras coisas.. Mas gostava daqueles candeeiros que lá continuam, mas hoje , electrificados naruralmente.. Um abraço, Ell

  5. Meg 3 Setembro, 2007 / 17:55

    Quase um século de memória!
    Tanta a escuridão que durou!
    É bom saber.
    Um abraço

  6. un dress 3 Setembro, 2007 / 16:16

    hehehe!!!

    lindooo!

    beijO

  7. Euzinha 2 Setembro, 2007 / 23:07

    Arranja sempre coisas mesmo do arco da velha, está giríssimo este Edital.
    Vá por favor ao fim do dia copiar o prémio Power of Schmooze que lhe atribuí.
    Beijinho
    E.

  8. bettips 1 Setembro, 2007 / 17:36

    Sempre preciosa memória. Para que nos lembremos das trevas em que já vivemos (e nos fizeram viver tantas décadas). Abraços

(actualmente os comentários estão encerrados)