Março

Depois de Janeiro e Fevereiro do outro ano passado, interrompido que foi por razões que aos Offícios escaparam, retonam agora (na melhor das intenções de cumprir, com religiosidade, até aos findos do ano) os mui sábios escritos no….

Ramalhete Manual de diversos preceitos de saúde e higiene para Março, impressos à custa de Luiz Moraes, mercador dé livros
Lisboa, MDCCCXXVIII
na Officina de Francisco Souza, com todas as lecenças necessárias.

Quem neste mês saude ter deseja
beba doce vinho, e seus manjares,
seja doce, e cozido o porro seja.
De hervas cheirosas banhe o corpo em mares.
Não use sangria, sem que esteja
em perigo; os xaropes são azares.
Tôme, se quer sarar, çumo de arruda
que faz bem à cabeça, e à vista ajuda.

Milho, melão, melancia no Crescente à terra entrega
E no Minguante em sereno dia os vinhos trafega

.

 

26 comentários sobre “Março

  1. audrey 31 Março, 2009 / 00:59

    roubei esta fotografia…
    estas árvores…
    (para um destes dias…)

  2. jawaa 22 Março, 2009 / 20:25

    Pois a Mena não foi procurar à sabedoria popular o que cura realmente a arruda… Aprendi por aqui que há quem a tenha em casa para afastar o mau-olhado!
    Eu vou ter de plantar uma no jardim pelo menos (talvez ajude, é que a dita erva tem um cheiro pestilento!)para ver se me sobra mais tempo de lazer e prazer de algumas visitas por aqui.
    Há tanto tempo aqui não venho que me espanto com a ausência daquela caneta lindíssima que te identificava… não menosprezando este desenho perfeito, quem sabe a tua própria mão, mas – sabes – para mim, mudar é sempre difícil.
    Bem hajas sempre por este blog, sejas tu canho, apólida, nemetano, retratador, golipão, etc, etc, etc.
    E vai lá saber quem foi a anta (no sentido brasuca)que transformou a anta em capela…
    Abraço

  3. mena m. 19 Março, 2009 / 11:29

    Fui à net para saber o que é arruda e descobri-a com o nome “Ruta graveolens” que conheco como medicamento homeopático globuli,glóbulos em português ou bolinhas como lhes chamo.
    É bom para tratar dores nos tendões e articulações como a “Dor de Cotovelo”, não a da inveja , mas a epicondilite, causada por exemplo pelo uso do rato do computador!
    Para além disso é também boa para aliviar as queixas de fadiga dos olhos não só pelas muitas horas em frente do monitor, mas também por exemplo da condução nocturna.
    Ah e falta dizer que se toma (depois da arnica), contra nódoas negras em regiões do corpo junto aos ossos,como por exemplo nas canelas e dores reumáticas nos punhos e tornozelos.
    Desculpa o “testamento” e obrigada uma vez mais por tudo o que aqui se aprende!
    Beijinhos

  4. Dulce 19 Março, 2009 / 03:38

    Confesso que não conhecia essas prescrições para março… Será que funcionavam?
    Ah, que estou curiosa… rs…

  5. triliti star 18 Março, 2009 / 02:23

    e café!? há algum mês em que se aconselhe? eu bebo durante todo o ano, todos os meses, todos os dias e várias vezes ao dia. se calhar estou a fazer mal. por favor, não haverá o menos um mês em que o café seja aconselhável?
    interessante e agradável, como sempre…

  6. Rosa dos Ventos 17 Março, 2009 / 16:03

    Tenho mesmo que ir à arruda, se saúde quiser ter…
    Abraço

  7. dona tela 17 Março, 2009 / 15:01

    Essa das tretas fez-me lembrar o dito-cujo. Mas gostei muito do que aqui está escrito.
    Muito boas tardes.

  8. tempusinfinitae 16 Março, 2009 / 23:15

    Consultor do Borda d’Água?
    Prazer.
    Foi prazer imenso o que senti quando aqui cheguei e saboreei Março.
    E vede, que donde estou pouco me resta que surpreenda.
    Abraço

  9. mdsol 16 Março, 2009 / 22:09

    TEM LÁ UM DESAFIO!
    :))

  10. Licínia Quitério 16 Março, 2009 / 11:58

    Porque, como a Felina, também li o “verdadeiro” Borda d’Água, já plantei amores-perfeitos. Tomei o conselho à letra. Se for treta, não será a primeira esparrela marcina em que caio.

    Abraços.

  11. Idun 16 Março, 2009 / 08:23

    fui consultar o “verdadeiro almanaque” borda d’água, o qual também aconselha, no minguante, “concluir as trasfegas do vinho e na vinha combater o oídio”. e fiquei a saber que devo semear, no jardim, amores-perfeitos, bocas-de-lobo e chagas…
    tretas tomadas à letra, farão bom efeito? e também, tantas vezes, são as letras tomadas por tretas…
    um abraço da minha Humana e marradinhas amistosas cá da FELINA (sim, sou fêmea, amigo tinta permanente)

  12. Isamar 14 Março, 2009 / 23:06

    Passei para reler. De letras e tretas se vai compondo esta curta existência.
    Beijinhos
    Bem-hajas!

  13. Justine 14 Março, 2009 / 18:19

    Março é o mês de todos os recomeços!
    Beijo de bom fim de semana:))

  14. Vieira Brito 14 Março, 2009 / 12:41

    Antigamente Março era destinado às sangrias…”aquelas que tinham por fim renovar o sangue, em analogia com que a natureza faz com as plantas, que lhes renova a seiva n’este mez” a dar crédito ao Almanaque Açores de 1906.
    Cumprimentos.

  15. Vieira Calado 14 Março, 2009 / 02:45

    Em relação ao seu comentário na minha astronomia:
    Olhe que não… olhe que não…
    Olhe que se parece mais com uma caçarola do que com uma ursa!
    Cumprimentos

  16. alice 13 Março, 2009 / 18:15

    e que bem que sabe um copinho de vinho doce 🙂 gostei muito de ler este português antigo. um beijinho e bom fim de semana.

  17. Meg 13 Março, 2009 / 17:49

    Tretas ou letras, é sempre um prazer, uma delíca mesmo, vir aqui colher estas “receitas”.
    E como o povo é quem mais ordena, vá de acatar as tretas … ou letras.Não farão mal concerteza
    Um abraço

  18. Teresa Durães 13 Março, 2009 / 15:15

    aí está uma boa receita eheheh

  19. Arabica 13 Março, 2009 / 11:56

    O mês do degelo.
    Mas não o económico.
    Bom fim de semana e beijinho

  20. Fa menor 13 Março, 2009 / 11:01

    Muito bem!
    Gostei destas coisas do arco da velha!

  21. Multiolhares 12 Março, 2009 / 22:43

    E março marçagão de manhã inverno de tarde verão, mais um pouco de tretas em letras
    Bj

  22. Baila sem peso 12 Março, 2009 / 22:02

    Xii…que desgraça
    aqui nem sei que rima fazer…
    huummm…
    já sei que pelo menos em Março
    meu gatinho, sumo de arruda vai beber!
    Vamos ver para Abril o que dou
    à minha princezinha…
    e em Maio quero qualquer coisa
    que faça de mim rainha 😀
    …gosto “destas tretas”
    muito mais que de “certas letras”!
    Um beijinho salpicadinho de ervas cheirosas, em banhos de mar

  23. Violeta 12 Março, 2009 / 21:30

    às vezes mais valem tretas, que letras
    gostei!
    bjs

  24. APC 12 Março, 2009 / 21:09

    Eheheh, e as letras dos doutores de medicina, quer fossem treta, quer não, sempre valeram, que o povo é de fé, e o efeito placebo nunca deve ser menosprezado. E, sem tretas: as suas letras são remédio santo, valem mais que mil xaropes! Como cantava Elis Regina: São as águas de Março fechando o Verão. É a promessa de vida no teu coração.
    Vixe! 🙂

  25. mdsol 12 Março, 2009 / 19:16

    Muito sabe quem fala assim de Março…
    :)))

  26. Isamar 12 Março, 2009 / 18:27

    “… os preceitos de saúde e higiene para Março…” já lá vão quase dois séculos. Mezinhas que eram tomadas em conta pois que ” às vezes mais valem tretas, que letras”.
    Bem-hajas!
    Mais uma partilha que me deixou deliciada.
    Um beijo!

(actualmente os comentários estão encerrados)