…para Agosto

Prognóstico e Lunario e alguns avisos mui importantes, composto por Antonio Paes Ferraz, teologo, filosofo e matemático, natural desta Corte e cidade de Lisboa.
Com todas as lecenças necessárias. Anno de 1785 para o mês de Agosto.

Bebe em jejum do vinho hum copo breve

Porque a colera alimpa sem milagre
Usa do bom comer, suave e leve,
A de alfaces molhadas em vinagre.
À sociedade (pois valia teve)
Teu ventre, além do uso se consagre
Passa veloz, e estuda no exercício
Que o ócio neste mes se julga vicio.
O agraço no comer, he sãa doutrina;
Não use de sangria sem que esteja
Em perigo; os xaropes são azares.
Tóme, se quisere sarar, çumo de arruda
Que faz bem à cabeça, e à vista ajuda.

 

7 comentários sobre “…para Agosto

  1. Carla 6 Agosto, 2008 / 15:41

    as estórias da história
    sempre vbom passar por aqui
    belo
    beijos

  2. Justine 5 Agosto, 2008 / 18:47

    Ah a quantidade de gente que anda para aí a precisar de beber uns bons çumos de arruda!!
    Texto delicioso: abaixo os acordos ortográficos, vivás diferenças!
    Abraço

  3. APC 4 Agosto, 2008 / 23:44

    Um teólogo, filósofo e matemático com muito dizer sobre nutrição, não? R’almente, em terra de cegos…! 🙂

    Bestial! E olha que a do vinho em jejum p’álimpar a cólera, hum-hum!

    Um abraço*

  4. Sophiamar 4 Agosto, 2008 / 22:25

    Que a tinta permanente nunca te falte, amigo. Quem assim nos transmite conhecimento, deve perdurar para sempre na blogosfera. Em boa hora te reencontrei.

    Beijinhos

  5. José Brandão 4 Agosto, 2008 / 10:20

    Estes dois seus blogues não haja duvida que são um belo e agravável exemplo de como se faz História, meu bom amigo.
    Cumprimentos do J. Brandão

  6. Rosa dos Ventos 4 Agosto, 2008 / 09:56

    Muito interessante…
    Que ócio neste mês se julga vício?
    Temos o país todo viciado! :-))

    Abraço

(actualmente os comentários estão encerrados)