qual é a montanha mais alta do mundo?…

Sem qualquer hesitação, quem não responderá… Evereste?
Pois é, mas… está errado!
Mauna Kea, é o ponto mais alto da ilha do Havai. Este vulcão inactivo tem a modesta altura de 4206 metros acima do nível do mar, mas se medido desde o leito do oceano até ao cume, tem 10200 metros de altura, cerca de 1500 metros mais que o Evereste.
No que diz respeito às montanhas, o que está convencionado é que mais elevada significa ser a medida desde o nível do mar até ao cume; no entanto, mais alta, significa ser medida desde a base da montanha até ao topo.
Ou seja, se o Evereste, com os seus 8848 metros, é a montanha mais elevada do mundo, no entanto não é a mais alta.
Mas isto não é pacífico: medir montanhas é bem mais complicado do que parece. Poderá ser simples ver onde é o topo, mas onde fica exactamente a base de uma montanha? Por exemplo, há quem argumente que o Monte Kilimanjaro, na Tanzânia, com os seus 5895 metros, é mais alto do que o Evereste porque se eleva a partir da planície africana, enquanto o Evereste é apenas um dos muitos picos que cobrem a enorme base dos Himalaias, partilhada pelas treze seguintes mais altas do mundo.
Outros defendem que a maneira lógica de medir deveria ser o cálculo da distância do cume de uma montanha até ao centro da Terra. Uma vez que a Terra é uma esfera achatada e não uma esfera perfeita, o equador fica cerca de 21 quilómetros mais longe do centro da Terra do que os pólos…
Isso seriam boas notícias para a reputação das montanhas que se situam muito perto do equador, como o Monte Chimborazo, nos Andes, mas isso também implicaria concordar que as praias situadas na linha do equador são mais elevadas que os Himalaias…
Apesar de maciços, os Himalaias são surpreendentemente jovens; quando se formaram, já os dinossáurios se tinham extinguido há bem mais de 25 milhões de anos.
No Nepal, o Evereste, é conhecido por Chomolungma (Mãe do Universo). No Tibete, é chamado Sagamartha (Testa do Céu). Como qualquer jovem saudável, ainda está em crescimento: uma modesta média de 4 milímetros por ano…

.

 

21 comentários sobre “qual é a montanha mais alta do mundo?…

  1. pin gente 24 Fevereiro, 2009 / 15:16

    fantástico. sempre a somar…

  2. Licínia Quitério 23 Fevereiro, 2009 / 20:52

    Muito interessantes estas explicações. As discussões entre os medidores de montanhas devem ser bem curiosas.

    Pois é, Amigo! Se todo o ouro brilhasse…

  3. Graça Pires 23 Fevereiro, 2009 / 12:17

    Estou sempre a aprender…
    Gosto de montanhas. Obrigada pelas explicações.
    Um abraço.

  4. mdsol 21 Fevereiro, 2009 / 20:07

    É sempre um prazer vir aqui aprender. Pois nunca se me tinha colocado a questão! Assim sim… Aqui não só se encontram respostas como…. perguntas!
    Obrigada
    :))

  5. Jardineira aprendiz 21 Fevereiro, 2009 / 15:18

    Quem diria que as montanhas têm tanto que se lhes diga! É engraçado como das escolas ficamos com a ideia que todas as verdades são simples e únicas…
    Concordo com o Bartolomeu, há nas montanhas uma força magnética que nos impele até ao cume.

  6. ลndreia 20 Fevereiro, 2009 / 23:29

    Fiquei a saber mais umas coisinhas… *

  7. Baila sem peso 20 Fevereiro, 2009 / 20:53

    E lá se foi a minha velhinha “sabedoria” sobre o Evereste 🙂

    Gostei: “Mãe do Universo ou “Testa do Céu”, a cor alta da pintura, sobre castelos de brancura…não o é, mas brilha como se ouro fosse…um tesouro que aqui se veste…

    como o que aqui brilha, se entende!
    Não é ouro, mas verdade se aprende!

    Beijinhos e bom fim de semana

  8. APC 20 Fevereiro, 2009 / 19:51

    Maior será aquele que mais profundo for…

    🙂

  9. alice 20 Fevereiro, 2009 / 19:04

    confesso que me surpreendeu. nunca tinha pensado na “mais alta” em termos de “mais elevada”. mais uma vez, serve para aprendermos que tudo é relativo e que não há uma verdade universal. depende sempre do ponto de vista de onde se vê. gostei muito de ler e ainda mais gostaria de visitar estes lugares! um grande beijinho.

  10. mena m. 20 Fevereiro, 2009 / 17:58

    Fascinam-me os nomes dados às montanhas e tudo o mais que nos ensinas de uma forma sempre tão interessante!

    Agora ia ali acima ao alto do monte e ficava a observar o mundo…

    Parece uma pintura esta belíssima foto!

    Abraço e bom fim-de-semana

  11. Justine 20 Fevereiro, 2009 / 12:35

    Ensinamentos sempre interessantes e magistralmente explanados, mas desculpa-me, desta vez a atenção ficou-me nos azuis:))
    Abraço

  12. elvira carvalho 20 Fevereiro, 2009 / 12:00

    Ora bem, neste post já aprendi bastante. Sim porque se me perguntassem é claro que eu diria Everest.
    Um abraço e bom Carnaval.

  13. Arménia Baptista 20 Fevereiro, 2009 / 11:56

    …Este «post» faz inveja a muitos livros de geografia!
    obrigada
    ;))

  14. Arabica 20 Fevereiro, 2009 / 11:11

    Mais uma escalada.

    E assim vamos nós, contigo.

  15. Bartolomeu 20 Fevereiro, 2009 / 09:38

    Considero os montes e montanhas, lugares místicos, no sentido em que atraem o homem ao encontro com o divino. Simultâneamente são lugares de penitência, recordo o “grande trabalho” de Sísifo o grego filho de Éolo, condenado por Zeus a empurrar por toda a eternidade uma enorme rocha de mármore, a qual, ao quase atingir o topo da montanha, voltava a rolar encosta abaixo, obrigando Sísifo a empurra-la de novo. Mas foi no monte Sinai, ou Horeb,no Egipto, com 2288 metros que Moisés recebeu as duas tábuas em pedra onde Deus tinha inscrito as 10 Leis sobre as quais assentava a aliança entre Ele e o seu povo, Israel. Sobre o monte das Oliveiras,em Israel, com 818 metros, falou Jesus por diversas vezes ao povo que escutava, transmitindo-lhe ensinamentos.
    Sobre o monte Ararat na Turquia, com 3896 metros “aterrou” a arca de Noé, depois do dilúvio que Deus enviou à terra, a fim de a “lavar” do mal que a cobria.
    A subida de um monte constitui um desafio, que é superado pela força magnética que nos atrai até que se lhe atinja o cume. Uma vez aí, usufrui-se da visão de uma diferente dimensão do mundo em toda a volta… semelhante à visão de que Deus dispõe…
    Se os políticos que governam o mundo material e os clérigos que governam o mundo espiritual, cumprissem sistemáticamente o ritual de subir ao topo dos montes e de lá observarem globalmente os mundos que lhes compete governar, teriam uma visão mais abrangente e a suas decisões seriam talvez mais equilibradas e sensatas…

  16. De Amor e de Terra 20 Fevereiro, 2009 / 08:37

    Para além de retribuir visitas, venho cá sempre para aprender, desde que este Blog era a segunda face do outro…e nunca saio desilududa. É certo que por vezes, bastantes, a minha passagem é rápida e silenciosa, pois andei uns meses em demasiadas correrias para a minha idade e não tinha força nem para um fôlego mais prolongado.
    Agora, porém, estou de volta, com vontade e força para dizer o que sinto.
    OBRIGADA pelos ensinamentos.
    Beijo

    Maria Mamede

  17. Rosa dos Ventos 20 Fevereiro, 2009 / 00:43

    Tu tiras-nos todas as dúvidas…mas para mim nem sequer havia dúvida! :-))

    Abraço

  18. Multiolhares 19 Fevereiro, 2009 / 23:05

    por aqui se vai aprendendo
    beijinhos

  19. Paula Raposo 19 Fevereiro, 2009 / 16:59

    Foi muito bom saber mais alguma coisa. Beijos.

  20. Cata-Vento 19 Fevereiro, 2009 / 16:46

    Coisas do Arco da Velha! Quem me diria a mim que não era o Evereste a montanha mais alta do mundo!
    Aprendi um pouco mais. Como sempre acontece neste blogue. Que sabes dizer-me de umas montanhas submersas (em S) que atravessam o Atlântico no sentido longitudinal?

    Abraços mil

(actualmente os comentários estão encerrados)