pagar com língua de palmo

Significa pagar qualquer dívida por inteiro, sem descontos ou adiamentos, com todos os juros que a isso obrigue, pagar à força, de qualquer maneira.
Esta expressão tem origem no uso da forca, em que o supliciado, apupado pela multidão indignada pelos crimes cometidos, pagava a sua dívida à sociedade… com língua de palmo, visto que era assim que ficava o condenado, pendurado pelo pescoço.
nota: na fotografia, a desaparecida árvore da forca (no Jardim da Cordoaria, Porto) que, na verdade, nunca enforcou alguém.

(ver Inquisição)

 

 

 

(ladrão endinheirado não é enforcado)