sangria desatada…


Sangria desatada
diz-se de qualquer coisa que requer uma solução ou realização imediata. Esta locução, julga-se, teve origem nas guerras, onde se verificava a necessidade de cautelas acrescidas a ter com os soldados sangrados. É que, se por qualquer motivo, se desprendesse a atadura posta sobre as feridas, a morte sobreviria inevitavelmente se não lhe acudissem a tempo, visto dar-se uma perda se sangue fatal.
Daí dizer-se, a propósito geralmente de ninharias que não merecem pressa, zelo ou importância imediata, deixa lá, que isso não é nenhuma sangria desatada
(ver fazer uma sangria)

 

 

 

 

(sangrai-o, purgai-o e se morrer enterrai-o)