marca roscofe…


É verdade que é um apodo já pouco usual. Mas resiste. Ainda há muito boa gente que sabe, que tem noção de que existe por aí muito badameco marca roscofe!…
Aquele gajo é marca roscofe é o mesmo que dizer que o visado é ordinário, má índole, gente rasca, reles, desprezível e por aí fora.
Isso (quase) todos nós sabemos. O que poucos sabem é que roscofe tem a sua origem nos relógios de marca… Roskopf. Ou seja, os relógios criados por um senhor suíço de nome Georges Roskopf, por volta da segunda metade do século XIX.
Ora, aqui as opiniões dos estudiosos destas cocaminhoquices dividem-se: parece que os ditos relógios, apesar do seu deslumbrante aparato, não eram mais do que uma valente endrómina (assim tipo da loja dos chineses...); e daí se começasse a dizer, sobre qualquer coisa que parecia mas não era, era… marca roscofe!

Bom, mas há quem diga o contrário: que os relógios do senhor Roskopf estavam bem longe de ser de má qualidade; simplesmente, ao que consta, foram tantas as imitações que se fizeram da marca, que por serem de qualidade mais do que duvidosa, daí tivesse surgido o dito que atrás refiro.
E, no caso de Portugal, a verdade é que poucos Roskopf apareceram à venda; era quase tudo roscofe…!
Mas, faça uma experiência (que eu também já fiz): procure online e tente comprar um. Roskopf. Vai ver por que é que anda aí tanto roscofe
(ver bera e estar à rasca)

 

 

 

(mais baixo que soleira da porta)