morder o pó

De origem saxónica, esta sentença significa a derrota, o derrubamento ou a humilhação, de alguém que a tal foi sujeito.
Deriva de um costume da cavalaria medieval no qual o calção caído e mortalmente atingido em justa ou combate, pegava um punhado de terra que levava à boca para o morder nos dentes. Como referem textos medievos, seria como que um derradeiro ritual homenageando a terra da qual nascera, pela qual fora sustentado e que, nesse gesto final, figurava onde iria repousar.

 

 

 

(duas mortes sofre quem por mão alheia morre)