comer a dois carrinhos

 

Emprega-se frequentemente esta corruptela da locução comer a dois carrilhos, para significar que recebe dois (às vezes mais...) proveitos ao mesmo tempo.
O autor da Arte de Furtar, o jesuíta Manuel da Costa (primeira metade do século XVII), cita no seu preâmbulo ‘e melhor ainda me declararei com os que ocupam muitos ofícios na república, comendo e devorando a dois carrilhos, como monstros, a substância do reino’.
(em ‘substância‘, nem migalha se alterou ao cabo de quatro séculos…).
Carrilho, palavra de origem castelhana, quer dizer queixo ou bochecha e, daí o comer a dois carrilhos, isto é, devorar à esquerda e à direita. Em espanhol, comer a dos carrillos tem o mesmo significado que em português.
E adelante

 

 

 

(ladrão de tostão, ladrão de milhão)